quarta-feira, 1 de abril de 2009

Coisas óbvias

Eu, como um bom aluno, e aluno de escola estadual do estado de São Paulo, tenho que me colocar em um patamar de questionamento cujo resultado sempre aponta para pontos fracos de fatores que fazem ser a nossa educação ser o que ela é. Fatores: alunos, diretores, inspetores, auxiliares de limpeza e os... professores. Ao contrário de muitos, eu tive e tenho a sorte de a maioria dos meus professores serem muito bons, mas sempre tem um ou outro que não me desce garganta a baixo. E não tem jeito. Esse ano é o professor de física. Matéria de exatas, ou seja, a dificuldade me apunhalando no rosto.

Entender o que se passa na mente de um professor de física é algo extremamente difícil, considerando a condição de ser humano dele. A maior parte dos professores têm a consciência de que dependendo da atividade proposta, pode não acontecer. Simples assim. E então eu tenho pena desses professores, com toda a minha sinceridade. O cara quer trabalhar e não consegue. Alguns têm boas idéias, e obviamente, outros, justamente o oposto de boas idéias. Poxa, quanta dificuldade, não?

Nessa ocasião que me deixa pensativo, meu professor de física propôs uma atividade que consistia em um aluno pegar um livro de física da escola e tirar cópias para outros alunos. Peraí, nós, alunos do estado, NÃO temos máquinas copiadoras nas unidades escolares (ou pelo menos uma boa parte delas). Então, isso significa que os alunos teriam que tirar do próprio bolso dinheiro para pagar cópias não só para ele mesmo, mas para OUTROS colegas? Olha o óbvio aí, gente. É como um sanduíche enorme na Serra Leoa com uma placa pendurada escrito coma-me.

Triste. Mas a verdade é demolidora e na maioria das vezes, mau humorada. Mas o que é óbvio não deixa de sê-lo. A decepção só surpreende os mais inocentes, e todos nós sabemos que não há espaço para eles num ambiente tão delicado como o de uma escola estadual.

"Do what I want 'cause I can
And if I don't
because I wanna
Be ignored by the stiff and the bored

Because I'm gonna!
Spit and retrieve cause I give and receive
because I wanna gonna
Get through your head, what the mystery man said

because I'm gonna.
Hate to say I told you so."
The Hives - "Hate To Say I Told You So"

6 comentários:

Jenny disse...

Ai, essas conciencias da vida às vezes me assustam. Agora que comecei a escrever sobre educação meu TCC, me vem um bocado de gente escrevendo textos muito bons sobre o tema... o seu é um deles.
Se usar fragmentos dele em meu texto juro que cito seu nome. :)

Sobre a escola, o que acontece é o absurdos dos absurdos...professores que faltam o ano inteiro ganhando bonus de 7.000 reais no fim do ano, é professor de língua portuguesa dando aula de fisica e por aí a coisa vai, pensar nisso deprime, mas as escolas pagas vem deprimindo ainda mais, sério.
Gente alienada que vê a educação como um produto, um serviço e nada mais...so depressive.

Como discutia com minha professora do estagio hoje...o que esta acontecendo não é uma guerra fisica e bélica, a guerra que acontece agora é a psicologica, a intelectual.

Sério, da até um medo pensar nisso...e bem acho que já joguei bombas atomicas demais por aqui.:)

Beijos.

Jenny disse...

opsss..coincidencias..eu quis dizer lá no inicio :)

Caio D. disse...

Hahahaha relax :]
E obrigado também. Vou gostar de saber que tem meu nome no seu TCC, huahauhaha! (meu momento bitchy.)

Os nossos professores são bons mesmo, mas tá tudo desorganizado. E hoje em dia você se dar ao trabalho de fazer alguma coisa em aula significa que você está num patamar abaixo dos freqüentadores de micaretas e afins. É um briga intelectual, de verdade. E um dia isso pode trazer conseqüências terríveis. Um exemplo é a história do aquecimento global. Alguns dizem que não é tão grave assim nos dias de hoje, mas o fato é que o planeta está morrendo, e os pagodeiros só pensam em pagode, e os ricos que poderiam ajudar mais só querem ganhar mais dinheiro, mesmo que os netos ou bisnetos deles tenham que sofrer futuramente só para viver num ambiente decente.

E infelizmente eles são a maioria.

Ferdi disse...

Eu já fui aluna de escola estadual, numa escola que diziam ser a melhor pública de são Bernardo e o quanto eu sofri é assim.. enfim..

E não estou falando só de ter que conviver com gente imbecil que adora ser imbecil e se acha espertão,e stou falando de ver um monte de coisa errada na escola que existiam soluções, falar e não ser ouvida.
Era raiva atrás de raiva.

Num país que educação não é prioridade máxima, o que a gente espera?

Não é o governo, é cada pequeno ser humano que contribui pra isso aí.

Ferdi disse...

Ah, e eu amo Hives, essa música em especial. :)

Caio D. disse...

Se cada um tomasse juízo, as coisas seriam diferentes.

Quem faz a escola são os alunos, mas os alunos não querem construir, só aproveitar daquilo que já foi construído. Tsc.

Yeah, The Hives é muito massa!